Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Amena Cavaqueira

O Amena não tem o melhor nome para blogue de viagem e lady-gazeta não é o nome de autor mais credível para uma blogosfera de gente séria, mas estamos bem com isso. Somos sempre mais do que bons viajantes e bons nomes.

Amena Cavaqueira

O Amena não tem o melhor nome para blogue de viagem e lady-gazeta não é o nome de autor mais credível para uma blogosfera de gente séria, mas estamos bem com isso. Somos sempre mais do que bons viajantes e bons nomes.

04
Abr15

E mais Brasil.

lady-gazeta

Ai o Brasil.

Dizem que quando é amor, é assim mesmo: passam os anos e o sentimento fortalece. 

 

Aterrei em Recife, pelas 21h e, desta vez, esta cidade foi só de passagem. O primeiro destino foi João Pessoa(JP) a 3 horas de carro de Recife. A noite já ia com 4 horas e apanhar táxi para 3 horas de viagem fez parte do desafio. No encontra e não encontra táxi (previamente contactado e recomendado) lá seguimos até JP. Viagem atribulada, com uma perseguição que nos deu coragem para 6 dias de Brasil, lá chegámos seguros ao hotel Verde Green. Pois é, ir ao Brasil também é correr riscos e em 20 anos, correu sempre bem. Dizem que é sorte, mas eu prefiro acreditar que é amor recíproco entre nós. Do hotel em JP guardo comigo o bom o pequeno almoço, a limpeza, o sossego e a maravilha de conforto das camas e almofadas. Embora fique na primeira linha da praia, é uma zona pouco recomendada a banhos, por falta de areia e insegura. No entanto, nada que uma boa caminhada, de 500m, não resolva. JP já não era novidade para mim, mas nota-se um desenvolvimento que me deixa pasma perante a crise que o Brasil começou agora a atravessar. Mais agito, mais perigo. O que me cativou há uns anos - a paz, deixou de ser característica daquela cidade. Soube bem, mas souberam muito melhor os últimos 4 dias: Pipa. Da estadia em Pipa guardo as melhores recordações muito alentadas pelo alojamento no hotel Ponta do Madeiro (a 2 horas de carro de JP). Com uma vista soberba sobre o mar, refeições deliciosas, simpatia inata dos funcionários e a fauna/flora que nos rodeavam foram razões mais do que suficientes por me perder de amores (e olhem que é fácil) na praia de Timbau do Sul. Quanto a Pipa como "cidade", considero-a das cidades turísticas mais portuguesas, muito ao nível da rua da Oura. Gente gira, marcas caras, restaurantes fash e noite, tudo juntinho. Beleza? Natural sim, mas pouco investimento em infra-estruturas, nomadamente edifícios e estradas, tal como restante nordeste brasileiro. Por fim, regressámos a Lisboa com uma breve passagem por Natal, onde conhecemos um novo aeroporto, com uma infra-estrutura gigante, para o acolhimento de 4 companhias aéreas. Eles por lá reclamam e sabem, cá entre nós, têm muita razão. 

 

Resumidamente, estes dias foram os dias que eu precisava: descanso, praia, sol e conhecer, conhecer, conhecer...

Agora resta-me desengravidar de comida. :)

2 comentários

Comentar post

A Lady-Gazeta

Siga-nos no Facebook!

Amena no Mundo

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar